terça-feira, julho 04, 2006

Para um Prólogo

Todos os dias cada um de nós é confrontado com a vida. Isto é tão mais verdade quanto os dias passam e as experiências se acumulam por detrás de nós. E todos os dias nos apercebemos da complexidade da vida. O trabalho, a família, os amigos e o lazer, todo o nosso dia-a-dia está repleto de pontos de interrogação, que no percurso de cada dia ficam sem resposta, naquele dia e no outro, todos os dias.
Este blog parte com um objectivo simples: encarar as indagações e confrontá-las com uma resposta. Sendo da minha autoria, ele foi criado para responder às minhas questões, porquanto decorrentes da minha vida. E como questões complexas requerem respostas complexas, estas tomarão o ponto de vista da psicologia, nomeadamente da psicologia dinâmica e psicanalítica, correntes interpretativas com o poder suficiente para dar respostas minimamente inteligíveis e articuladas.
Contudo, não colocarei aqui somente questões derivadas do âmbito da psicologia, já que isto se trata de um blog e não de uma qualquer revista científica. Parto do princípio que tudo é passível de se questionar, e não hesitarei em pôr de parte a psicologia se achar, em qualquer altura, que ela não me leva onde eu almejo chegar.
Se publico em forma de blog questões que coloco a mim próprio, é porque penso que elas não são somente minha propriedade. Se o pensasse, nunca as publicaria, uma vez que «publicar» significa literalmente «tornar público». Estou até convencido que muitas das minhas questões encontrarão eco noutras pessoas e noutras mentes que, como eu, se indagam. É, aliás, nessa convicção que se encontra toda a razão de ser deste blog.

2 comentários:

Filipa disse...

Este Blog promete!! Seguirei atentamente! Boas reflexões!
Filipa Santos

Ricardo Miguel Pina disse...

Bom dia, Filipa! E seja bem-vinda! Agradeço-lhe pelas suas palavras de confiança. Espero não a desiludir.